Fechar

Notícia
Ver todas as notícias

ACNB altera regulamento do Circuito Boi Verde para valorizar animais precoces

O Circuito Boi Verde de Julgamento de Carcaças, promovido pela Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), conta com novas regras. O objetivo das alterações no regulamento é valorizar animais jovens, pesados e bem terminados.

 

A cada disputa realizada em diferentes regiões do País, os técnicos da ACNB avaliam e classificam os animais. Para cada característica avaliada (maturidade, peso e cobertura de carcaça) os animais recebem uma nota que vai de 0 a 10, de acordo com as respectivas tabelas de pontuação da ACNB.

 

Faixa de pontuação referente ao peso pelas novas regras

Fonte: ACNB

 

Na composição da nota final, cada característica tem uma ponderação: idade 25%, peso e cobertura de carcaça 37,5%, respectivamente. Antes da mudança promovida pela Nelore do Brasil, o quesito maturidade recebia a ponderação de 20% na nota final. Já a faixa de peso de carcaça considerada como Ótima, antes ia até 20 arrobas. Outra mudança instituída ocorreu em relação à pontuação máxima para Cobertura de Gordura, que antes ia até 6 milímetros.

 

Faixa de pontuação referente a cobertura de gordura pelas novas regras

Fonte: ACNB

 

“Estas mudanças foram feitas para estimular ainda mais os produtores que investem em genética e tecnologia de ponta, desafiando cada dia mais a raça Nelore. Nosso principal objetivo é valorizar o abate de animais jovens e pesados” afirma Guilherme Alves, gerente de produto da Nelore do Brasil.

 

Vale lembrar, que as novas regras já começam a vigorar na primeira etapa do ano do Circuito Boi Verde 2017, que será realizada na planta frigorífica da Marfrig Global Foods de Chupinguaia, em Rondônia, entre os dias 14 e 15 de março.

 

“A expectativa para o campeonato é grande. É a primeira vez que realizaremos uma etapa na cidade, que tradicionalmente possui um rebanho de altíssima qualidade”, afirma Guilherme Alves. Chupinguaia, considerada a capital do boi gordo do Estado de Rondônia, possui um rebanho com mais de 12 milhões de cabeças.

 

Assim como no ano passado, o criador de Nelore que vencer esta primeira etapa receberá um prêmio de uma tonelada em produtos, oferecido pela DSM-Tortuga, parceiro da ACNB. Para participar do circuito em Chupinguaia, os criadores devem entrar em contato com o técnico da Nelore do Brasil ou com a equipe de Compra de Gado da Marfrig, nos telefones:

 

(11) 97017 0196 Elder Dantas

(69) 3346 1800 Fernando, Andrelson e Thiago

 

Em 2016, o Circuito Boi Verde avaliou quase cinco mil animais, mais de 30% superior ao registado no ano passado. Ao todo, foram realizadas oito etapas em cinco diferentes estados: Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Rondônia.

 

Circuito Boi Verde

O Circuito de Julgamentos de Carcaças da Raça Nelore da ACNB tem por objetivos promover e fomentar a raça Nelore no País e no exterior, evidenciando seu potencial de produção de carne de qualidade. As etapas que acontecem ao longo do ano, em diferentes regiões do País, são uma grande oportunidade para os criadores de Nelore mostrarem seu trabalho ao mercado. Com as avaliações de carcaça nos frigoríficos é possível mensurar os resultados dos investimentos aplicados em genética e nutrição dentro das propriedades.

 

A trajetória dos abates técnicos e avaliações de carcaças da raça Nelore, implementada pela ACNB, teve início no ano de 1999. Em 2003, os abates técnicos passaram a ser organizados sob a forma de um Campeonato Nacional de Desempenho da Raça Nelore, batizado como Circuito Boi Verde de Julgamento de Carcaças. Em 2004, se internacionalizou, com a realização de etapas no Paraguai. Informações sobre as próximas etapas do campeonato estão disponíveis no site da Nelore do Brasil: http://nelore.org.br/CircuitoBoiVerde



Fonte: Assessoria de comunicação
Data: 06/03/2017 14:25



Compartilhe: Twitter Facebook



Comente