Fechar

Notícia
Ver todas as notícias

Carcaças pesadas, jovens e com excelente acabamento de gordura são destaques da etapa de Naviraí do Circuito Nelore de Qualidade

O Circuito Nelore de Qualidade, iniciativa da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), encerrou mais uma etapa, em Naviraí (MS). O evento ocorreu na unidade do frigorífico JBS, no dia 03 de outubro, e contou com o patrocínio da Matsuda Sementes e Nutrição Animal e o apoio da Associação Sul-Matogrossense dos Criadores de Nelore (ASCN).

 

O resultado da etapa refletiu um dos principais objetivos do circuito: a produção de um gado jovem, pesado e com bom acabamento de gordura, capaz de oferecer carne de qualidade superior. No total, foram avaliadas cerca de 600 carcaças da raça Nelore, das quais 250 com 0 dentes (41,7%) e 170 com 2 dentes (28,3). Ou seja: cerca de 70% das carcaças eram de animais muito jovens, reflexo da boa genética. O acabamento de gordura na carcaça foi um dos grandes destaques da etapa: onde 511 (85,1%) possuíam cobertura entre mediana e uniforme. Com relação ao peso, 391 animais (65,2%) tinham entre 18 a 22@.

 

 “O resultado da etapa de Naviraí do Circuito Nelore de Qualidade foi extremamente satisfatório e motivador. Participaram animais muito jovens, pesados e com boa cobertura de gordura na carcaça, o padrão ideal desejado pelos frigoríficos para a produção de carne de qualidade superior: macia e saborosa. O objetivo do Circuito Nelore é exatamente este: incentivar os criadores a produzir um gado de desempenho diferenciado, com alto rendimento no abate”, explica Guilherme Alves, gerente de produto e responsável pelo Circuito Nelore de Qualidade.

 

Melhores da etapa: As três primeiras colocações da etapa de Naviraí do Circuito Nelore de Qualidade foram conquistadas por trê lotes da fazenda Santa Bárbara e Rancho Seco (Ivinhema/MS), de Sandra Maria Massi. A Campanário Agropecuária, de Laguna Carapã (MS), obteve a quarta posição da competição.

 

“Nós temos investido muito forte no Circuito Nelore de Qualidade. Já conquistamos três vezes a competição nacional. A raça possui grande potencial para produzir carne de qualidade. Prova disso são as carcaças que entregamos ao frigorífico: jovens, com menos de dois anos de idade, e excelente cobertura de gordura. Esta ação da ACNB nos estimula, cada vez mais, a produzir um Nelore de padrão superior, alinhado à genética qualificada, nutrição e pastagens adequadas. A valorização pelo frigorífico também confirma a iniciativa positiva: recebemos de R$ 4,00 a R$ 5,00 a mais por arroba”, destaca Reinado Ledesma, gerente de pecuária da fazenda Santa Bárbara e Rancho Seco.

 

Para mais informações sobre o Circuito Nelore de Qualidade, acesse www.nelore.org.br; no telefone (11) 3293-8900 e no e-mail guilherme.alves@nelore.org.br

 



Data: 09/10/2018 17:21



Compartilhe: Twitter Facebook



Comente